Histórico‎ > ‎

2009 - Ano VII

 

Em 2009 tudo parecia mais fácil, a experiência começava a mostrar sua cara e suas conseqüentes vantagens, mas as surpresas e os reveses que em todas as edições aconteceram, não nos abandonaram, Alexandre Marcio, um dos diretores mais atuantes deixou a cidade de mudança para explorar novos horizontes profissionais em Santa Catarina, mas mesmo com esta distancia o amor pela peça não o impediu de estar em seu posto de controle como de costume no dia da apresentação.

 

Outras ausências significativas foram dos personagens reais Herodes e sua rainha, Edmilson e Débora respectivamente, que por motivos particulares não puderam comparecer, exigindo da coordenação a substituição destes importantes atores, após uma reunião foram apontados para a cena Jaime e Renata, que encenaram com muita competência seus novos papéis.

 

Como mudanças significativas para 2009, foram acrescentadas algumas alterações que tiveram especial atenção; em principio incluiu-se uma cena inicial com Jesus ainda bebê, formando a Sagrada Família, seguida por Jesus menino em um pequeno dialogo com sua mãe, já mais adiante no decorrer da tentação enquanto satanás previa o futuro do planeta foi inserido um mini telão no fundo do palco, com cenas de guerra e sofrimento, tal recurso tecnológico teve grande impacto e forte aceitação, exigiu muito planejamento e dores de cabeça e foi resolvido com uma simplicidade sem igual. Também foi aproveitado o guindaste da ressurreição para o enforcamento de Judas, foi uma cena carregada de emoção, inclusive com gritos de algumas crianças “ele vai morrer!”

 

O uso de dois atores mirins para encenar os anjos deu uma beleza especial, pois as figuras angelicais trazem um brilho a mais para a encenação.

 

 

 Números, Dados e curiosidades de 2009:

 

Cenas: 30

Musicas: 45

Duração: 01h45minh

Atores envolvidos: 73

Figurantes: Aproximadamente 40 pessoas

Bastidores: 40 pessoas

Custo: Aproximadamente R$ 13.500,00

Publico: acima de 9000 pessoas.

 

 

Pontos Principais:

 

·         Enforcamento de Judas com uso do guindaste.

·         Uso do telão na cena da tentação.

·         Aumento da qualidade de som e iluminação.

 

Curiosidades:

 

·         A realidade foi transmitida ao extremo, que o diga a túnica de Jesus que era pra ser simplesmente arrancada, mas no calor da emoção transformou-se em trapos, rasgada pelos soldados “enfurecidos”.

 

·         A ida ao bambuzal é sempre uma ocasião de muita diversão, é um trabalho árduo, cansativo, mas altamente compensador, desde o caminho, o corte o transporte, unem-se no trabalho guardas e discípulos, sem distinção alguma, com o mesmo suor em cada rosto. Segue aqui o agradecimento a fazenda Estiva que gentilmente, ano a ano cede o material.

 

·         Em 2009, também usamos da tecnologia para reconhecer em parte a benevolência dos colaboradores, foi projetado em telão antes da apresentação as devidas propagandas e nomes.

 

·         Haviam sido comprados para uso na apresentação dois vasos de cerâmica que estavam no porta malas do carro de Jesus (Alexandre Magalhães), que ao fazer um favor a Caifás (Adenilson), passou em velocidade acima do recomendado em uma lombada vindo a despedaçar os vasos, trabalho para buscar outros e esconder os cacos dos quebrados, visando minimizar as broncas.

Comments